O super Banheiro Público da mostra mineira

Mais que um espaço usual, o Banheiro Público da CASA COR Minas pretende ser um espaço de convivência.

Bruno Vianna, arquiteto estreante na mostra mineira, conseguiu desconstruir a ideia de que um banheiro público precisa ser um espaço dividido, categorizado e construído para ser apenas prático.

O profissional, que assinou o Banheiro Público da mostra, renovou a ideia do espaço ao integrá-lo com uma sala de espera na entrada.

O piso fosco e rugoso se contrasta com a parede lisa de textura esfumaçada, que se contraria às altas cabines de madeira com acabamentos lisos e brilhantes.

A brasilidade, tema da mostra deste ano, está presente nas paredes em grandes fotografias que exaltam a história colonial de Minas Gerais e valorizam os artistas locais.

No espaço, não há divisão entre o banheiro feminino e o masculino, apesar de algumas cabines apresentarem uma estrutura com banquetas para auxiliar, na maioria dos casos, as mulheres.

A sustentabilidade também marca presença no ambiente. As telhas sanduíches Thermotelha equilibram a temperatura do espaço, eliminando a necessidade de climatizadores. Para saber um pouco mais sobre o Banheiro Público, veja o vídeo da TV CASA COR AO VIVO!


O super Banheiro Público da mostra mineira
O super Banheiro Público da mostra mineira
O super Banheiro Público da mostra mineira
O super Banheiro Público da mostra mineira
O super Banheiro Público da mostra mineira
Tendências

A delicadeza do bambu em móveis de linhas finas.O sistema construtivo de casas sobre palafitas, comum em áreas alagadas pelo alto índice pluviométrico, serviu de inspiração para o designer italiano Gi... (continue lendo)

confira